Saúde Bucal

Todo mundo já ouviu falar que a boca é o cartão de visita pessoal, o sorriso de uma pessoa pode levá-la a ser considera de boa aparência ou de aparência mais ou menos, em especial se estiver faltando um dente, ou se o mesmo estiver amarelado. Toda a parte da boca é avaliada nos quesitos aparência e saúde bucal. É importante sempre manter os cuidados básicos de higiene bucal, associados a consultas periódicas ao médico. Mas se engana quem pensa que essas medidas livram a boca de certos inconvenientes.

 

Os dentistas estão cada vez mais convencidos de que a saúde bucal também é ligada ao estresse emocional, ou seja, que emoções muito fortes podem resultar em problemas bucais, entre eles o surgimento de aftas, gengivite, bruxismo, cárie, tártaro e o mau hálito. Pois cada tipo de emoções faz com que ocorra a liberação de algumas substâncias, as quais provocam os problemas bucais. O estresse emocional causa reações capazes de perturbar a homeostase orgânica (propriedade auto-reguladora do organismo e que mantém o estado de equilíbrio do corpo).

 

Quando encontramos estressados, o volume de saliva diminui e os compostos de enxofre aumentam, resultando no mau hálito. Mas não são somente as situações de ansiedade e/ou de problemas familiares que ocasionam esses problemas na boca, as notícias boas também fazem parte dos vilões bucais, quando se recebe uma boa notícia ocorre a liberação de hormônios, como adrenalina, noradrenalina e acetilcolina, etc. Os quais alteram perigosamente a quantidade e a qualidade de saliva. Muitos estudos estão sendo realizados para se fazer um parâmetro exato dos danos causados na boca pelo estresse emocional.

 

Fonte: Brasilescola

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário