Saúde Bucal

Que podemos esperar quando realizamos uma obturação

Quando seu dentista lhe informa que você tem uma cárie, é preciso uma obturação para proteger o dente contra uma cárie maior.

Quando optar por uma obturação dental

De fato, se não se obtura, a cárie piora, e em última instância pode levar à perda de osso. Por sorte, o procedimento de obturação dental é quase indolor, graças aos adiantamentos em odontologia. Portanto, não há motivo para evitar uma obturação, se o seu dentista recomendar.

O que esperar

Uma das primeiras coisas que você deve conversar com o seu dentista, em relação a uma obturação, é o tipo de material a ser usado. Na atualidade há muitas mais opções de material de obturação disponíveis que no passado, e a escolha depende de uma combinação entre aspecto, custo e função.

Opções de materiais de obturação

Algumas opções de materiais de obturação incluem:

Ouro

Ouro. As obturações de ouro são resistentes e não corrosivas; podem durar até 15 anos. Muitas pessoas gostam do aspecto das obturações de ouro, mas o custo pode ser superior ao de outros tipos.

Amálgama

Amálgama.As obturações com amálgamas chapeados são uma mescla de metais que incluem prata, cobre, estanho e mercúrio. São o material dental mais investigado e são fortes, duráveis e de baixo custo, mas muitas pessoas não gostam do aspecto prateado.

Compósito

Compósito. As obturações realizadas com compósito, mesclas de vidro e resina da cor do dente podem ter a mesma cor que os seus dentes, mas não são tão duráveis como o metal, e pode ser preciso substituí-las com maior frequência.

Cerâmica

Cerâmica. Freqüentemente, as obturações de cerâmica estão fabricadas em porcelana e são preferidas pelas pessoas que desejam um dente com aspecto natural. São duráveis, mas podem ser abrasivas se incidirem com dentes naturais. Seu dentista deverá assegurar-se de que você tenha uma mordida correta e que a coroa cerâmica seja lisa, para impedir o desgaste dos dentes.

Ionômeros de vidro

Ionômeros de vidro. Estas obturações de vidro e acrílico formam uniões químicas com os tecidos dentais duros e com o transcurso do tempo liberam fluoreto lentamente. Estão indicadas para zonas com baixo estresse e costumam serem colocadas nas raízes ou nos dentes anteriores. Freqüentemente são usadas em crianças, como solução de curto prazo em dentes de leite.

Uso de anestesia

Quando chega o momento de preencher a cárie, primeiro seu dentista adormecerá a zona com anestesia local. Se o procedimento lhe preocupa, fale com seu dentista sobre as opções para o manejo de seus problemas, para ajudá-lo a se relaxar.

Uso de torno de dentista especial

Quando a zona que rodeia a cárie está adormecida, seu dentista eliminará o tecido deteriorado mediante o uso de um torno dental especial, um instrumento de abrasão por ar, ou inclusive um laser. O resultado final é o mesmo: a eliminação do tecido deteriorado. O instrumento usado depende em parte do lugar onde a cárie está e do grau de gravidade. A abrasão por ar é uma técnica odontológica relativamente nova que implica usar um dispositivo manual para atomizar um jacto delgado de partículas de óxido de alumínio sobre a zona do dente que se deseja eliminar. As partículas incidem sobre o dente e eliminam por soprado a quantidade desejada de tecido, sem produzir calor nem vibração. A maioria dos pacientes informa que o procedimento é essencialmente indolor. Mas se você tiver uma cárie muito profunda ou ela estiver em um lugar complicado entre os dentes, é provável que seu dentista use o torno dental.

Eliminação de resíduos

Quando o material deteriorado é eliminado, seu dentista limpará os resíduos e colocará a obturação na cavidade. Se a cárie for profunda, é possível que o dentista coloque um revestimento sobre a cavidade antes de efetuar a obturação, a fim de proteger o nervo do dente.

Limpeza e polimento

Realizada a obturação, seu dentista a limpará e polirá, e o deixará livre. Seus lábios e a zona das gengivas poderão permanecer adormecidos umas poucas horas, por isso é conveniente que mastigue os alimentos com cuidado e evite mastigar com a parte da boca onde a obturação foi realizada. É normal que tenha certa sensibilidade dental durante as primeiras semanas posteriores à obturação. Também é conveniente que evite os fatores que podem produzir sensibilidade, tais como alimentos extremamente quentes ou frios. Se a sensibilidade persistir depois de umas semanas, fale com o seu dentista; e se sentir dor no dente ao morder, consulte com o seu dentista o mais rápido brevidade possível, é provável que seja necessário remodelar a obturação.

Não se preocupe

Não se preocupe se sentir um pouco de dor ou sensibilidade no dente vizinho ao dente obturado. Esta “dor referida” provém dos nervos do dente obturado, que envia sinais dolorosos aos outros dentes. Isto é normal e deveria diminuir em uma ou duas semanas.

Cuide muito bem das suas obturações

Depois de realizada uma obturação, cuide-a muito. Siga uma rotina de saúde oral regular com escovação dos dentes três vezes por dia (preferivelmente com uma massa dental com fluoreto) e uso diário de fio dental. E assegure-se de consultar com o seu dentista para controles regulares; é provável que você não note quando a obturação começa a se desgastar, mas o dentista notará isso e também encontrará pontos fracos durante o controle. Se a obturação quebrar ou cair, consulte imediatamente com o seu dentista, para poder consertá-la ou substituí-la.

Fonte: Oralb

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário