Saúde Bucal

O lado ruim da quimioterapia

Por várias importantes razões médicas, é importante que os pacientes com câncer não desatendam sua saúde dental.

A quimioterapia inclui um tratamento farmacológico para matar as células cancerosas, mas pode promover uma gama de problemas da saúde oral. Os medicamentos usados na quimioterapia podem promover o aparecimento de boca seca, que é parte do quadro geral de deterioração dental.

Além disso, os fármacos da quimioterapia podem afetar a capacidade de coagulação do sangue, e os pacientes experimentam gengivas sangrantes ou têm maior predisposição às úlceras orais. A maioria dos pacientes pode continuar de forma segura com escovação dental e o uso de fio dental. O dentista ou higienista dental pode sugerir uma escova de dente macia ou fio dental macio, como Satin Floss de Oral-B, para favorecer o cuidado dental durante a quimioterapia.

É importante consultar com o seu dentista antes de iniciar um tratamento de quimioterapia, para começar com os dentes e as gengivas tão saudáveis como for possível, antes de submeter o organismo aos rigores do tratamento de câncer. O dentista pode detectar qualquer problema potencial, tal como a necessidade de obturações ou outro cuidado dental, antes de começar um tratamento de quimioterapia.

O dentista ou higienista dental também pode recomendar enxágües orais especiais ou tratamentos com fluoreto para reduzir o risco aumentado de carie devido à quimioterapia. É importante seguir uma rotina constante de cuidado dental, com escovação de dentes três vezes por dia e uso diário de fio dental, a fim de manter afastada a placa e conservar a saúde oral.

 

Fonte: Oralb

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário